Bem Vindo a Fábrica Coelho

O histórico da Fábrica Coelho confunde-se com a biografia da família Barreto Arruda em Sobral e com o desenvolvimento do Estado de Ceará. Fundada em julho de 1963, no governo do cel. Virgilio Távora, surgiu de uma expansão da Padaria Coelho como fruto da visão larga e empreendedora de José Hélio Barreto de Arruda Coelho. Inicialmente, era um pequeno galpão com algumas máquinas de segunda-mão e um pequeno forno a lenha. Em 1965, fazia sua primeira expansão e adquiria sua primeira máquina no sul do País. Desde então, a Fábrica Coelho tem continuado o seu crescimento.

Seus atuais sócios-proprietários são os herdeiros de Hélio Arruda Coelho: Maria Ramos Arruda Coelho, o primo Aroldo Barreto Feijão, sua filha caçula, Ana Flávia de Arruda Bloc, e Pedro Nilo Madeira Feijão. Esta atual direção deu prosseguimento aos ideais de seu mentor, que, em 1979, inaugurava a sua primeira grande expansão: novos galpões, novas máquinas e um forno de 40 metros, a diesel, para a fabricação de biscoitos em linha industrial. A segunda grande expansão da Fábrica Coelho, no final dos anos de 1980 e início de 1990, deu-se com aquisição de uma segunda linha de fabricação de biscoitos, com um resfriamento aéreo e máquinas automáticas de embalar e empacotar. Simultaneamente, a frota Maranhão, Rio Grande do Norte e Paraiba.

Ao lançar no mercado sua linha de biscoitos recheados, elaborados em máquinas importadas dos Estados Unidos, e construir outro depósito de produtos acabados, a Fábricas Coelho encerrou a terceira etapa de expansão. Preparando-se para o novo milênio, em 1998 foi iniciada a quarta etapa de expansão, com aquisição de uma terceira linha de fabricação de biscoitos, com um forno de 50 m, esteira de resfriamento, máquinas de empacotar, quadros eletrônicos e melhores condições de armazenamento dos produtos acabados, das matérias-primas e embalagens.

Quase que simultaneamente continuou-se a expansão com a contrição e instalação de uma central distribuidora em Fortaleza, que abastece a capital e as cidades do sul do Estado. A quinta etapa surgiu com aquisição de um equipamento para a produção de biscoitos wafers. Em seguida, reformou-se o prédio da fabrica para melhor desenvolver o setor de preparo das massas e de armazenagem de matérias primas.

Na sexta etapa, adquiriu-se um equipamento para fabricação de macarrão (espaguete, lasanha, massas para sopas etc.), como também máquinas de empacotamento automático. A informatização dos setores administrativo, escriturário e de vendas e o cuidado com a reciclagem e treinamentos de nossos funcionários é uma constante.

Com este histórico sobre Indústrias Reunidas Hélio Arruda Coelho Ltda, dizemos com orgulho e satisfação que a Fábrica Coelho ocupa o terceiro lugar no ranking das indústrias alimentícias estaduais, contribuindo para o cenário sócio-econômico regional e nacional.